quinta-feira, 7 de março de 2013

Desafio Fotográfico #7

Na minha curta vida, tenho uma página solta, melhor dito, uma página arrancada a força.

Ela foi bruscamente tirada, de um dia para outro, sem que nada prevê-se que isso fosse acontecer.

Foi doloroso, custou muito, e mesmo com o passar do tempo ainda consigo sentir essa dor, como se fosse hoje.

Tive muitos bons momentos entretanto, boa notícias, pessoas que entraram na minha vida e fizeram toda a diferença, e que hoje são a melhor coisa que eu tenho.

Mas sei que, foi a partir de 2010 que o livro da minha vida ficou a conhecer que não há histórias com finais felizes, existe sempre alguma coisa que nos deita abaixo, que nos faz sofrer.

Mas nós, seres humanos temos a capacidade de nos levantar e tentar mais uma vez, «levantar e tentar mais uma vez,» e nunca desistir de sermos felizes, e assim, (re)construir o nosso livro, cada vez que ele fique com uma pagina solta.  

Saudades tuas David - Amo-te

Um comentário:

  1. Não percas a esperança, não há finais felizes mas há momentos felizes e são esses que importam... quando a vida nos deita a baixo só nos torna mais fortes!
    Bjocas

    ResponderExcluir